Mundial de futebol 2026 volta a Boston

 


O Mundial de Futebol do Catar ainda não começou, mas a Federação Internacional de Futebol (FIFA) já está de olho no Mundial de 2026 e anunciou as cidades dos Estados Unidos, México e Canadá onde serão disputados os jogos da 23ª edição da prova, que decorrerá entre junho e julho.
Esta edição será a primeira que contará com 48 seleções, conforme a decisão da FIFA sobre o aumento do número de seleções (eram 32 seleções), tomada na convenção de 2017. 
De acordo com a FIFA, o Mundial de 26 terá 16 grupos com três seleções cada e onde os dois primeiros classificados passam aos oitavos de final.
Os Estados Unidos foram sede do Mundial de 1994, ganho pelo Brasil. O México foi palco do Mundial de 70, conquistado pelo Brasil, e de 1986, vencido pela Argentina. O Canadá estreia-se como país-sede de um Mundial de Futebol e receberá pela primeira vez jogos da competição, que terão lugar nas cidades de Toronto e Vancouver.
No México, os jogos serão em Guadalajara, Monterrey e Cidade do México.
Nos Estados Unidos os jogos terão lugar em Seattle, San Francisco, Los Angeles, Kansas City, Dallas, Atlanta, Houston, Boston, Philadelphia, Miami e New York.
Os jogos em Boston serão no Gillette Stadium em Foxborough, casa do New England Revolution (futebol) e do New England Patriots (futebol americano).
O Foxboro Stadium, a antiga casa dos Patriots, sediou seis partidas do Mundial de 1994. 
Robert Kraft, proprietário do Revolution e dos Patriots, é o presidente honorário do United Bid Group da Taça do Mundo de 2026.
Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai são candidatos a sediar o Mundial de 2030.