Perguntas e Respostas

P. — Gostaria de saber se é possível contactar o Seguro Social àcerca de um assunto de fraude. Tenho um vizinho que está a receber benefícios por inca­pacidade mas continua empregado como mecânico de carros. Será que é possível informar o Seguro Social sem ter o número de Seguro Social dele?

R. — Sim, pode contactar-nos sem ter o número de Seguro Social. Mas será importante relatar todos os pormenores que tiver sobre o indivíduo para podermos identificá-lo; por exemplo, nome, idade, endereço, etc.

 

P. — Trabalhei durante cinco anos na cafeteria de uma escola estadual em Massachusetts e esses mesmos salários não estão mencionados no meu “Social Security Statement”. Que devo fazer?

R. — Se foi empregado por uma agência ou instituição estadual ou municipal em Massachusetts, incluindo um sistema escolar, colégio ou universidade, os seus salários provavelmente não são cobertos pelo sistema do Seguro Social. Portanto, o relatório (“statement”) não vai indicar “Social Security Wages”, mas sim como “Medicare Wages”, porque nesses casos você desconta apenas para o Medicare e não para o sistema do F.I.C.A (Seguro Social). Se o seu sistema é coberto pelo plano de reforma estadual/municipal e pelo Seguro Social e os seus salários indicam desconto para os mesmos, deve contactar-nos com os seus formulários W2 por cada ano em questão.

 

P. — Tenho o seguro do MassHealth (Medicaid) e agora recebi um cartão do Medicare. O MassHealth (Medicaid) cobre todas as minhas despesas médicas, portanto, eu estava a pensar em recusar o Medicare. Será que devo desistir do Medicare ou não?

R. — Não aconselho recusar o Medicare simplesmente por ter cobertura do Medicaid ou no seu caso, o Mass­Health. Em primeiro lugar, o MassHealth, prova­velmente vai pagar os seus prémios do Medicare.  Além disso, pode perder o direito ao Medicaid ou MassHealth a qualquer tempo e corre depois o risco de ficar sem cobertura médica. Se recusar o Medicare agora, e mais tarde quider inscrever-se novamente, vai pagar uma penalidade no prémio mensalmente.

 

P. — Sou viúva e os meus filhos recebem benefícios sob os créditos do pai. O meu filho tem 19 anos de idade e eu compreendo que ele vai perder em breve os seus benefícios do Seguro Social. Ele vai entrar no serviço militar depois de graduar do liceu. Uma cunhada disse-me que o Seguro Social podia continuar a mandar os benefícios uma vez que ela vai prestar serviço militar. Será que é assim mesmo?

R. — Não. A única maneira do seu filho continuar a receber benefícios sob os créditos do seu pai é se for incapacitado.