Perguntas e Respostas

 

P. - Tenho 66 anos de idade e a minha filha tem recebido benefícios sob a minha reforma. Ela está prestes a completar 18 anos de idade e sei que os benefícios terminaram. O caso é que ela tem estado muito doente, com problemas que vão impedir a sua capacidade de manter emprego no futuro. Ela nunca trabalhou e portanto não tem créditos de Seguro Social. O que fazer perante esta situação?
R. - Ela poderá qualificar-se para benefícios de invalidez sob os vossos créditos logo que a incapacidade tenha ocorrido antes de completar os 22 anos de idade. Além disso o requerente tem que ser solteiro.  Contacte o escritório imediatamente para iniciar o processo e evitir interrupção de benefícios. 

P.2.  Quanto é a percentagem de imposto descontado pela minha entidade patronal para Seguro Social?
R. - O patrão  paga o mesmo que o empregado desconta. Em 2021, patrões e empregados descontam 6.20% nos salários do empregado até o máximo de $142.800 por ano para reforma, sobreviventes e seguro de invalidez e 1.45% adicional nos salários para o seguro hospitalar de “Medicare”. Um indivíduo autónomo paga 12.40% e 2.90% para o “Medicare”, montante equivalente à parte do empregado e empregador.

P. - Sei que tenho os créditos suficientes para qualificar-me para benefícios do Seguro Social por incapacidade, no caso disto acontecer, baseado na declaração que obtive no www.socialsecurity.gov. Gostaria de saber como é que a administração decide se uma pessoa está incapacitada?
R. - Aplicamos processo de avaliação de cinco graus para decidir se um indivíduo está incapacitado. O processo considera qualquer atividade de emprego que o requerente está a fazer. Também considera a severidade da condição médica e como afeta a sua capacidade para trabalhar. Para qualificar com um indivíduo incapacitado:
- Tem que ser incapaz de fazer o trabalho que fazia antes de ficar doente, e temos que decidir que o indivíduo não pode adaptar-se a fazer outro trabalho, considerando a condição médica; e
- A incapacidade tem que ter durado num período de 12 meses, ou resultar em falecimento.
O Seguro Social não paga benefícios para incapacidades de curto prazo. Para informações ou para submeter requerimento visite www.socialsecurity.gov.

P. - Os meus filhos disseram-me que a minha ex-esposa está a receber benefícios de Seguro Social sob os meus créditos. Será que isto vai influenciar os meus fúturo benefícios ou os da atual minha esposa?
R. - Não, o montante pago a si e a outros membros da sua família não serão reduzidos pelo facto da sua ex-esposa  receber sob os seus créditos.