Epicondilite lateral

 

 
A epicondilite lateral (do lado de fora / “externo”) é uma tendinite do cotovelo. É conhecida por cotovelo de tenista (em inglês “tennis elbow”).   É uma doença que provoca dores no cotovelo, na zona exterior / lateral, que agrava com os movimentos de extensão do punho e dedos da mão.
Era muito frequente nos jogadores de ténis, por causa das chamadas “pancadas de esquerda” nos dextros, ou “pancadas de direita” nos canhotos, com técnica incorreta e com o punho em flexão. Hoje já é muito rara nos tenistas, porque estes já sabem fazer a sua prevenção, mas é muito frequente nas empregadas domésticas e nas “donas de casa” em virtude de efetuarem uma série de atividades de repetição durantes todo o dia (todos os dias…!!!). Também quem trabalha no computador e em muitas outras profissões como pedreiros, carpinteiros, pintores, mecânicos, etc.  Uma coisa é certa …não dá nos malandros!
O que causa as dores é um processo inflamatório, por vezes com microrroturas na região da inserção dos tendões extensores na parte de fora do cotovelo.  Numa segunda fase deixa de haver inflamação e passa a haver alterações degenerativas (desgaste) dos tendões;
O diagnóstico é clínico.  Um médico de medicina geral e familiar, ortopedista, reumatologista ou fisiatra pode fazer facilmente o diagnóstico sem recorrer a exames, que são desnecessários;
Tratamentos: a) medicação com analgésicos, relaxantes musculares e anti-inflamatórios (só no início dos sintomas); b) Uso de cotoveleira tipo banda de tensão; c) gelo local, em especial após os esforços; d) fisioterapia; d)infiltração local com cortisona e anestésico; e) cirurgia (muito raramente); 
Prevenção: evitar os esforços de repetição por tempo prolongado, utilizar a técnica correta, fazer fortalecimento muscular e alongamentos e aplicar gelo local;

Nota 1 - Não se esqueça que a “dor de cotovelo” do vizinho é muito difícil de passar…!!! A sua epicondilite também é quase sempre uma doença prolongada, mas felizmente é benigna e tem cura se devidamente orientada.

Nota 2 – Existe a epicondilite medial (do lado de dentro do cotovelo). Antes chamava-se epitrocleíte, por se situar junto à epitróclea. Esta é conhecida por “cotovelo de golfista” por ser mais frequente neste tipo de desporto…!!!
Nota 3 – Haja saúde, haja saúde, haja saúde.