Fígado Gordo

 

P – Foi-me feito o diagnóstico de “Non-Alcoholic Fatty Liver Disease” (Fígado Gordo de Origem Não-Alcoólica). O que posso fazer para ajudar a tratar esta situação?

R – O Fígado Gordo não relacionado com Alcoolismo (NAFLD) foi identificado há mais de 40 anos mas as pesquisas sobre este problema continuam. Antigamente chamava-se Esteatose ou Esteo-hepatite, que podia estar associado ou não a fibrose ou cirrose. Os primeiros investigadores começaram a tentar fazer sentido de alterações do fígado típicas de alcoólicos em doentes sem história de uso/abuso do álcool. A maioria destes doentes eram do sexo feminino (60%), e 90% eram obesos. Mais ainda, 25% sofriam de diabetes ou excesso de gorduras no sangue. Infelizmente a cirrose já estava presente em 15% das biopsias. O critério de diagnóstico exclui outras doenças do fígado, como Hepatite B e C.

Outros fatores que podem complicar este quadro são a hipertensão e elevação de certas enzimas do fígado, o que causa inflamação e consequente fibrose.

Quanto ao que o leitor/a pode fazer para minorar este problema, o primeiro conselho é o mesmo do que para muitas outras doenças: dieta e exercício. Tendo em consideração os fatores de risco associados, este é um conselho quase desnecessário. Vários estudos com doentes que mantiveram um controlo adequado da sua diabetes tomaram medicamentos para reduzir o colestrol e outras gorduras, fizeram exercício e perderam peso, mostraram uma significativa redução das enzimas do fígado, lípidos e outros fatores de risco. Mais ainda, recomenda-se que o doente se abstenha completamente do uso do álcool ou que o consuma raramente. O di­mi­nuir os fatores que possam contribuir para infla­mação do fígado é impor­tantíssimo, pois caso contrário a situação pode progredir para a cirrose.

Consulte o seu médico de família ou hepatologista para mais informação sobre opções de tratamento, identificação de outros riscos e doenças associadas, e recomendo também que consulte um técnico nutri­cionista que o ajude a modificar a dieta e perder peso, essencial para o seu bem-estar geral.

Haja saúde!