Oftalmoscopia/Fundoscopia

 

 

 

P. – O meu médico de clínica geral faz-me um exame à vista pelo menos uma vez por ano. Do que está ele à procura?

R. – Esse exame chama-se mais corretamente oftalmoscopia (a observação da retina, que tapeta o fundo do olho), mas um pouco por influência do
inglês, é frequentemente utilizado o termo fundoscopia, ou seja, o exame dos fundos oculares.
Este é um dos exames principais da avaliação pelo cirurgião oftalmologista ou pelo seu optometrista, mas os médicos de família, clínica geral, ou internistas, frequentemente fazem esse exame, particularmente em doentes de risco. O aparelho é o chamado oftalmoscópio elétrico e por vezes, para uma melhor visualização, faz-se a dilatação pupilar, contudo esta técnica está contra-indicada nos casos de glaucoma, intoxicações, ou perdas de conhecimento. Com o oftalmoscópio, o seu médico avalia o estado geral da retina, da papila e das artérias.
Então quais as doenças da vista ou sistémicas que podem ser detetadas e avaliadas por este exame? Para além de umas medições básicas, a oftalmoscopia pode dar indicações claras do seu estado de saúde em muitas situações:
- A Hipertensão e a Arteriosclerose – que se traduzem por alterações nos vasos sanguíneos da retina (espasmos, estreitamentos, alargamentos das bifurcações, etc)
- A Retinopatia Diabética – que mostra também lesões vasculares que são comuns após dez anos de doença e afeta a maioria após vinte anos.
- O Papiledema – que representa uma proeminência do disco ótico e que pode ser sinal de tumores do cérebro, hematomas, situações inflamatórias, hidrocefalia, e outros.
- Obstrução da Artéria Central da Retina – que dá baixa súbita da visão, sem dor, e que pode passar despercebida por muito tempo.
- Oclusão da Veia Central Retina – uma trombose venosa associada muitas vezes à hipertensão, tuberculose, abuso da nicotina, e pílula anticoncepcional.
- Descolamento da Retina – que pode ser causada por um traumatismo, miopia, idade, etc..
- Escavação Glaucomatosa – complicação desta situação oftalmológica comum.
- Atrofia Ótica – a consequência de lesões do nervo ótico (devido a traumas, obstrução das artérias, intoxicações, e muitas outras causas.
Este é um resumo parcial do que o seu médico ou optometrista pode encontrar no exame fundoscópico. Especialmente se é diabético ou hipertenso, aconselhamo-lo a procurar o seu clínico pelo menos uma vez por ano para este exame.
Haja saúde!