Primeiro-ministro condecora Carlos do Carmo com a medalha de mérito cultural

 

O primeiro-ministro condecorou Carlos do Carmo com a medalha de mérito cultural pelo seu “inestimável contributo” para a música portuguesa, no dia em que o fadista deu o seu último concerto, no Coliseu de Lisboa.

Carlos do Carmo recebeu, também, a chave da cidade de Lisboa, entregue pelo presidente da câmara, Fernando Medina, uma honra dada habitualmente aos chefes de Estado que visitam Portugal.

Carlos do Carmo recebeu a chave da sua cidade em cena aberta, no final do espetáculo com que, no sábado, disse adeus aos palcos, no Coliseu dos Recreios de Lisboa. Além do socialista Fernando Medina, subiram também ao palco o primeiro-ministro, António Costa, e a ministra da Cultura, Graça Fonseca.

Ao espetáculo assistiu também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Carlos do Carmo já foi agraciado com o Grau de Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique a 04 de setembro de 1997, pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio, e com o Grau de Grande Oficial da Ordem do Mérito a 28 de novembro de 2016, pelo atual chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa.