Mayor de Fall River detido por extorquir centenas de milhares de dólares a empresas de marijuana e declara-se inocente


 

O mayor de Fall River, Jasiel Correia II, foi detido na manhã de sexta-feira, pela segunda vez em menos de um ano, desta vez por supostamente conspirar para extorquir centenas de milhares de dólares a empresas de marijuana, de acordo com o gabinete do procurador dos EUA em Boston.
Outros quatro também foram acusados, incluindo a ex-chefe de gabinete de Correia, presa por extorsão e suborno.
Segundo informação do FBI, em conferência de imprensa na manhã de sexta-feira em Boston, António Costa, de Fall River; Hildegar Câmara, de Fall River e David Hebert, de Westport, foram acusados de conspiração para extorsão e declarações falsas a agentes federais.
Correia, 27 anos, é acusado de suborno, conspiração para extorsão, extorsão e auxílio, cumplicidade, fraude electrónica, e apresentação de declarações fiscais falsas.
A acusação a Jasiel Correia apresenta três acusações gerais:
“Jasiel Correia supostamente usou o seu gabinete para extorquir centenas de milhares de dólares em pagamentos de suborno a pelo menos quatro vendedores de marijuana.
Correia supostamente usou o seu escritório para extorquir a um proprietário de um edifício, dinheiro e um relógio Rolex em troca de autorizações e trabalhos num edifício comercial.
Correia supostamente usou o seu escritório para exigir que o seu chefe de gabinete lhe desse metade do salário em troca da nomeação para essa posição.”
Entre as alegações contidas no novo registo, há uma afirmação de que Correia e os co-conspiradores planearam “extorquir 250 mil dólares e uma percentagem das vendas” de um fornecedor de marijuana para permitir que o fornecedor abrisse uma empresa em Fall River.
De acordo com a lei de Massachusetts, o processo para obter uma licença para operar um negócio de marijuana, seja médico ou recreativo, exige uma carta de não oposição do chefe do governo local onde a empresa pretende operar.
Como mayor, Correia foi responsável por aprovar todas as cartas de não oposição em Fall River emitindo pelo menos 14 dessas cartas para empresas de marijuana em Fall River, incluindo duas para o irmão de sua namorada, de acordo com a acusação.
Recorde-se que Correia já tinha sido preso no ano passado por acusações federais de fraude onde se declarou inocente.
Uma das 13 acusações do processo do ano passado diz que Correia criou uma empresa para desenvolver um aplicativo e depois enganou sete investidores dessa mesma empresa.
Correia, 27 anos, foi acusado de usar US $231.447 dos US $363.690 investidos por sete pessoas na sua agora extinta empresa de aplicativos para smartphones SnoOwl.
Correia supostamente usou o dinheiro para financiar seu "estilo de vida luxuoso", florescendo carreira política e outros empreendimentos comerciais.
Entretanto, Jasiel Correia, eleito mayor de Fall River quando tinha apenas 23 anos de idade, declarou-se inocente de todas as acusações.

Presidente 
do Conselho 
Municipal 
pede a Correia que se afaste
temporariamente

Entretanto, o presidente do Conselho Municipal de Fall River, Cliff Ponte, escreveu uma carta a Correia na noite de segunda-feira, afirmando que defendeu a decisão de Correia de permanecer no cargo depois das acusações do SnoOwl, porque os supostos crimes ocorreram antes de ser eleito mayor. 
Mas agora, e após a segunda prisão sob acusações completamente novas, Ponte diz que “as 11 acusações adicionais apresentadas na sexta-feira estão diretamente relacionadas ao seu cargo de mayor, alegando que Correia utilizou o poder do seu cargo para obter ganhos monetários pessoais através de vários supostos esquemas, 3 dos quais são roubo total dos fundos da cidade.”
Ponte pede a Correia na carta que “faça o que for melhor para Fall River e se afaste temporariamente”, afirmando ainda que pedirá à Câmara Municipal que vote se o mayor pode ou não continuar desempenhando as funções de seu cargo.

Entretanto, e como nota de última hora, o Conselho Municipal de Fall River votou pelo afastamento de Correia do cargo de mayor, que por sua vez, mantém-se na chefia da cidae.