Biden passou o Thanksgiving em Nantucket

 

O presidente Joe Biden passou o feriado (frio e chuvoso) do Thanksgiving na ilha de Nantucket, 50 quilómetros ao largo do Cape Cod, Massachusetts, com a mulher, Jill Biden, o filho Hunter e a esposa Melissa Cohen, a filha Ashley, os netos Naomi, Finnegan, Maisy, Natalie e Beau; e Peter Neal, noivo de Naomi.
Nantucket, que no verão atinge 50.000 residentes, está nesta altura reduzida aos seus 11.300 residentes permanentes e quase todos conhecem o atual inquilino da Casa Branca das suas visitas anuais no Thanksgiving.
Desta vez, Biden alugou uma mansão em Abrams Point pertencente ao bilionário David Rubenstein, cofundador do Carlyle Group e o Air Force One aterrou na ilha pouco depois das 19h00 do dia 23 de novembro e ficou todo o fim de semana. 
Dia 25 de novembro, o presidente desejou aos americanos um feliz Thanksgiving, o segundo à sombra da pandemia de coronavírus numa mensagem gravada com a primeira-dama Jill Biden na Casa Branca antes da viagem para Nantucket.
Em Nantucket, dia 25 de novembro de manhã, os Biden saudaram os 8.000 participantes e 20 milhões de telespectadores da 95ª edição da parada de Thanksgiving do Macy’s, na cidade de New York, conversando com o locutor da NBC, Al Roker. 
Mais tarde visitaram a Estação Brant Point da Guarda Costeira para enviar uma mensagem para as tropas americanas em todo o mundo.
Os Biden passam o Thanksgiving em Nantucket há 46 anos, desde quando ele ainda era senador por Delaware e só falharam uma única vez em 2015, quando o filho mais velho, Beau Biden, morreu aos 46 anos de cancro no cérebro. 
Nas suas memórias, “Promise Me, Dad” (2017), Joe Biden refere que a sua família passa o Thanksgiving na ilha desde 1975. A única diferença é que como senador viajava para a ilha no ferry do Steamship Authority’s Eagle, como vice-presidente passou a ir no Air Force Two e agora vai no Air Force One e as visitas complicaram-se por razões de segurança.
Devido à visita presidencial, estiveram em vigor até domingo restrições nos voos para a ilha. O Serviço Secreto e a Força Aérea declararam Nantucket “zona proibida” e todos os voos para Nantucket estiveram sujeitos a inspeção prévia no Aeroporto Logan em Boston e no Aeroporto Westchester em White Plains, NY.
Acompanharam o presidente 130 agentes do Serviço Secreto que tiveram a refeição tradicional de peru na casa Sconset, dos residentes de verão Jill e Scott Kelley, em que foram servidos 15 perus preparados pelos chefes de vários restaurantes – Bill Puder do Faregrounds Restaurant; Joseph Keller da Company of the Cauldron; Patrick Ridge da Island Kitchen e Devon Francis da Bartlett’s Ocean View Farm e outros.
Foi a primeira visita de Joe como presidente, mas como vice-presidente procurava ser um visitante como qualquer outro. Conversava com as pessoas na Main Street durante a iluminação da árvore de Natal, ia ao cinema no Dreamland Theatre e chegou a dar um mergulho gelado na Praia das Crianças na manhã do Dia de Thanksgiving na angariação de fundos para a biblioteca no Cold Turkey Plunge do Atheneum.
Da primeira vez que estiveram em Nantucket, em 1975, Joe e Jill viram pela primeira vez uma casa chamada Forever Wild na praia de Sconset e adoraram. A casa estava à venda, mas a um preço “alto demais para o salário de um senador”, escreveu Biden e nunca tentou comprar, mas habituou-se a tirar anualmente uma foto da família junto da sonhada casa, até que houve um ano em que as ondas atlânticas varreram a casa e Joe Biden diz que aprendeu que se deve tentar conseguir o que ambicionamos quando existem possibilidades, incluindo ser presidente dos Estados Unidos.
A ideia ter-lhe-á sido dada pelo filho mais velho, Beau Biden, que pediu a esposa Hallie em casamento em 2001, em Nantucket, durante a iluminação da árvore de Natal frente ao Pacific Bank e casaram na igreja de St. Mary, a única igreja católica da ilha aberta ao culto em 1897 e cujos primeiros paroquianos incluiam imigrantes portugueses e cabo-verdianos.
No Thanksgiving de 2014, em Nantucket, quando Biden já era o 47º vice-presidente e Beau já sofria do tumor cerebral de que viria a morrer, os dois filhos de Joe Biden sentaram-se com o pai e convenceram-no a concorrer à presidência. 
Biden escreveu que no seu regresso a Washington depois daquela conversa pensou sobre o destino da casa em Sconset diante do poder trovejante do Oceano Atlântico e “minada pela poderosa indiferença da natureza e a inevitabilidade do tempo, incapaz de se manter firme”, e isso terá contribuído para a sua decisão de concorrer à Casa Branca. Lembre-se que Biden concorreu à presidência três vezes.
Na sexta-feira, 26 de novembro, Joe Biden cumpriu outro ritual do Thanksgiving em Nantucket e que é almoçar com a esposa, os filhos e os netos no The Tap Room, concorrido restaurante na histórica Jared Coffin House na Broad Street, que abriu em 1963 com a chávena de chowder a 30 cêntimos e que hoje custa 15 dólares. 
Devido à presença do presidente, o restaurante encheu-se de agentes do Serviço Secreto e ninguém podia entrar ou sair.
Depois do almoço, Biden, acompanhado de alguns dos netos, passou mais de uma hora caminhando pelas ruas de paralelepípedos do centro de Nantucket, esteve na Nantucket Bookworks e no The Sunken Ship e comprou vários presentes antes de participar na cerimónia anual de iluminação da árvore de Natal de Nantucket.
A iluminação foi atrasada meia hora para acomodar as mais de 1.000 pessoas que se juntaram na Main Street e algumas das quais esperaram horas para ver o presidente. No fim da cerimónia, Biden posou para uma foto com o coro da Nantucket High School, os Accidentals and Naturals.
Os Biden têm muitos amigos em Nantucket e dois deles são o casal Bill e Kim Puder, donos do restaurante Faregrounds, que há 22 anos prepara a ceia de Thanksgiving dos Biden e a ementa costuma incluir lagostas, vieiras envoltas em bacon, camarão cozido, peru com recheio e todos os acompanhamentos e diversos tipos de tortas.
Normalmente, Jill telefonava a encomendar e Joe ia buscar, pela porta da traseira do restaurante. Da primeira vez que isso aconteceu, Bill Puder notou que conhecia aquela cara da televisão, mas não sabia que era um senador.
Depois de ter sido eleito vice-presidente, Biden continuou a aparecer no Faregrounds e a deixar-se fotografar com os presentes. A única diferença é que passaram a ter agentes do Serviço Secreto na cozinha.
Agora que Biden é presidente, o casal Puder não tem a certeza se no próximo ano o presidente voltará a Nantucket para o Thanksgiving, Jill Biden telefonará a encomendar seis lagostas e um peru, e o marido virá depois buscar.
Mas há uma foto emoldurada de Joe Biden e da Casa Branca pendurada na entrada do Faregrounds e com a seguinte dedicatória: “Até ao próximo Dia de Thanksgiving”.

 

• Eurico Mendes