Governador Baker comutou duas penas de prisão perpétua por assassinato


O governador Charlie Baker aprovou dia 12 de janeiro pedidos de comutação para dois homens que cumprem penas de prisão perpétua por assassinato, tornando-se o primeiro governador de Massachusetts a conceder tal clemência em 25 anos.
A última vez que uma sentença de prisão perpétua em Massachusetts recebeu clemência foi em 1997, quando William Weld recomendou que a comutação da sentença de Joseph Salvati, que passou 30 anos na prisão por um homicídio que não cometeu. 
As comutações devem agora ser aprovadas pelo Conselho de Liberdade Condicional, mas a decisão de Baker de conceder clemência a Thomas E. Koonce e William Allen pode levar os dois reclusos a serem libertados após quase três décadas de prisão.
William Allen, 48 anos, foi condenado pelo assassinato de um traficante de drogas em Brockton, em 1994.
Koonce, ex-fuzileiro naval de 54 anos, de Brockton, foi condenado em 1992 por ter disparado da janela de um carro em 1987 durante uma briga em New Bedford, matando Mark Santos, 24 anos. 
Koonce já tinha pedido clemência em 2010, mas o pedido foi rejeitado. Doze anos depois, Koonce diz que participou em dezenas de programas de reabilitação prisional e é um homem mudado. Mas a família da vítima opõe-se à libertação.