Mário Ferreira, o primeiro português no espaço

 

Quinta-feira, 4 de agosto, Mário Ferreira tornou-se o primeiro português a chegar ao espaço. Após um ligeiro atraso na partida, devido a uma tempestade, a cápsula New Shepard partiu do Texas pouco antes das 9:00 locais para o seu sexto voo suborbital com tripulantes, entre os quais o acionista da Media Capital, dona da CNN Portugal e da TVI.
A viagem decorreu sem incidentes e durou cerca de 10 minutos mas foi o suficiente para extasiar todos os tripulantes. 
Para Mário Ferreira, significa também entrar para a história de um país até agora à margem destes acontecimentos.
O português viajou na companhia de Coby Cotton, um dos fundadores do canal de Youtube “Dude Perfect”, da alpinista anglo-americana Vanessa O’Brien, do especialista em tecnologia Clint Kelly III, do ex-executivo do sector das telecomunicações Steve Young e da engenheira egípcia Sara Sabry, também ela uma pioneira, uma vez que é a primeira cidadã do seu país no espaço.
Horas após o voo, em conferência de imprensa, o empresário, de 54 anos, confessou que este foi o realizar de um sonho e referiu também que, antes dos 65 anos de idade, quer realizar o próximo objetivo: participar num dos voos orbitais da Blue Origin.
Mário Ferreira revelou ainda que levou uma pequena bandeira de Portugal no bolso e, quando estava em gravidade zero, soltou a bandeira para ela puder flutuar e agora tenciona oferecer a bandeira a Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República.
Mário Ferreira conseguiu autorização para levar ao espaço uma garrafa de vinho do Porto Vintage Taylor de 50.
Não foi revelado o preço que foi pago pelo empresário, mas há quem tenha avançado que o voo pode custar entre 200 mil e 300 mil dólares.
Ferreira levou também um barco rabelo em filigrana, uma “homenagem ao Douro, ao rio, aos barcos e a uma arte” que diz muito admirar e uma peça que tenciona oferecer ao museu de filigrana de Gondomar.
O logótipo do sexto voo tripulado da Blue Origin ostenta os apelidos dos seus seis tripulantes, aos quais foram atribuídos determinados símbolos. Mário Ferreira é representado por uma caravela, numa alusão à herança portuguesa de exploração dos mares nos Descobrimentos.
O emblema da sexta viagem tripulada ao espaço da Blue Origin tem o desenho do navio de Fernão de Magalhães, o navegador português que iniciou a primeira viagem de circum-navegação ao globo, concluída pelo espanhol Juan Elcano em 1522.