Associação D. Luís Filipe em Bristol nos seus 129 anos de existência mantém-se direcionada ao futuro

 

Podiamos resumir esta notícia a meia dúzia de linhas. Mas sendo a Associação D. Luís Filipe em Bristol a terceira mais antiga nos EUA, com a data de fundação de 1892, merece que se reveja a sua história. Mas antes porém, vamos à notícia.
“O clambake/piquenique anual da Associação D. Luís Filipe realiza-se no recinto dos Padres Columbam em Bristol, dia 14 de agosto, das 10:00 às 6:00 da tarde.
Todos são convidados a comparecer. Os sócios com as quotas em dia têm refeição gratuita. Os cônjuges pagam 10 dólares. Criança dos 12 aos 16 pagam 15 dólares. Os não membros pagam 30 dólares. 
Para reservas chame para 401 253-7144. 
 
Mercê do esforço e boa vontade de um grupo de portugueses, na sua maioria oriundos da ilha da Madeira, foi fundada em 21 de agosto de 1892 em Bristol, RI, a Associação Portuguesa Beneficente D. Luís Filipe.

Foram os seus fundadores Manuel Andrade, José Júlio Freitas, António Pereira Oliveira, José da Rosa Furtado, Emanuel Augusto, Miguel Ignácio Silva, Francisco Pereira Lima, Henrique Estrela Serpa.
Para patrono desta associação foi escolhido o príncipe D. Luís Filipe, filho primogénito do rei de Portugal, D. Carlos I e da rainha Amélia.
Este malogrado príncipe e seu pai, o rei D. Carlos I, no dia 1 de feveiro, quando regressavam de um passeio a Vila Viçosa, foram mortos a tiro por um grupo de criminosos, que ainda feriram também o Infante D. Manuel. 
A Associação D. Luís Filipe foi inicialmente filial da União Portuguesa Beneficente, de Providence, até 13 de Maio de 1897, data que aprovou estatutos próprios, ficando apenas ligada àquela organização no Fundo Mortuário.
Nos primeiros anos da sua existência os seus serviços funcionaram em sistema de rotação nas residências dos seus fundadores.
Sentida a grande lacuna de uma sede própria, tal situação tornou-se numa necessidade imperiosa que motivou os seus associados a intensos esforços no sentido de construirem um edifício, em condições adequadas, para a instalação dos serviços administrativos desta associação. 
Em 17 de julho de 1900, Emanuel Augusto, um dos fundadores desta asociação, adquiriu de Mochael R.Downey um lote de terra situado no lado oeste da Wood Street, cujo terreno, em 24 de julho do mesmo ano, foi vendido à Sociedade D. Luís Filipe pela módica quantia de um dólar, com o objectivo principal de ali se contruir a sede desta associação. Neste local, onde hoje se ergue o auditório da igreja de Santa Isabel, foi construído a sede desta associação, cujas instalações foram inauguradas no ano de 1900.
Devemos esclarecer que o dólar da compra do terreno para a construção do “Columbia Hall”, foi introduzido no interior de uma das paredes, durante a construção, tendo ali permanecido até altura daquele edifício ser demolido para dar lugar à construção do auditório da igreja de Santa Isabel. 
No “Columbia Hall” funcionavam duas outras associações de Bristol: o Clube Recordações da Pátria e o Clube Manuel de Arriaga. Dado o facto desta associação de socorros mútuos ter sido fundade, exlusivamente, por naturais da ilha do Faial, Açores foi escolhido para seu patrono o dr. Manuel Arriaga, ilustre faialense, que foi primeiro presidente eleito da República Portuguesa. 
Em 27 de novembro de 1928, o Clube Recordações da Pátria comprou a José e Virginia Borges, uma porção de terra situada na Stª Elizabeth Street, para a contrução da sua respectiva sede. Este edifício, mais tarde, foi adquirido pela Sociedade D. Luís Filipe, onde foram instalados os seus serviços administrativos. 
A 30 de março de 1913, foi fundada a paróquia de Santa Isabel, sendo celebrada a sua primeira missa no Columbia Hall em 6 de Abril de 1913. No Columbia Hall continuaram a celebrar-se todas as cerimónias religiosas da paróquia de Santa Isabel até se completarem as obras de reconstrução da sua igreja em 1915.

A Sociedade D. Luís Filipe, considerada como ainda hoje, uma associação benemérita, no princípio da sua existência cada sócio contribuia com um dólar para o funeral do sócio falecido e se acaso este não tinha família o corpo ficava em câmara ardente na sede da associação. 
A fundação desta Associação Beneficente, a terceira mais antiga em todo o todo o território dos Estados Unidos, teve como principal finalidade prestar assistência e apoio, sob diversos aspetos da vida social e cultural, aos portugueses recém chegados a Bristol e outras localidades deste país, os quais nela se integraram como membros ativos. 
Não existindo ao tempo da sua fundação o Seguro Social (Social Security) ou qualquer outra instituição de assistência e protecção, a Sociedade D. Luís Filipe desenvolveu atividade de grande relevo na assistência social aos seus membros, com a criação de subsídios de doença e seguros de vida.

A partir da fundação até ao ano de 1915, nenhum documento foi encontrado que fale da sua história. Apenas se sabe por depoimentos ou descrições feitas por descendentes dos seus fundadores, que até aquela data exerceram a chefia da sua administração: Manuel Andrade, José Júlio de Freitas, Francisco Pereira Lima, Henrique Estrela Serpa.
Eleito por aclamação coube a honra a Manuel Andrade de ser o primeiro presidente desta associação.
Natural de Câmara dos Lobos, ilha da Madeira, onde nasceu a 23 de agosto de 1864, veio para os EUA com 21 anos de idade.
Ele, e um grupo de colegas seus, fundaram a Associação Portuguesa Beneficente D. Luís Filipe a 21 de Agosto de 1892.  

Manuel Andrade foi também um dos fundadores da paróquia de Santa Isabel e um dos iniciadores das festas do Santíssimo Sacramento realizadas anualmente naquela paróquia.