Faleceu a jovem surfista açoriana Tânia Oliveira

A surfista açoriana, Tânia Oliveira, faleceu na passada segunda-feira, aos vinte anos, no interior de uma casa em Ponta Delgada, fruto de uma circunstância que alegadamente envolveu a inalação de monóxido de carbono.
Não são conhecidos mais pormenores sobre a morte da jovem micaelense, mas, ao que apurou este jornal, a Polícia Judiciária está já a investigar o caso.
Tânia Oliveira foi campeã invicta em todas as categorias que disputou a nível regional e sagrou-se vice-campeã nacional, em 2015 . Em 2016, a surfista recebeu o ‘wildcard’ - tendo tido a oportunidade de participar no Azores Airlines Pro - e mais recentemente ocupou o vigésimo lugar da Liga MEO Surf 2017 
Além de ter sido uma porta-estandarte do surf feminino açoriano, a jovem micaelense foi atleta de alta competição de ginástica aeróbica.
A Federação Portuguesa de Surf já lamentou a morte da açoriana, “uma das mais promissoras surfistas” nacionais, pode ler-se na mensagem deixada na respetiva página do Facebook.
O corpo de Tânia Oliveira vai estar em câmara-ardente, a partir das 19h00, desta terça-feira, na capela do Cemitério de São Joaquim (entrada norte), estando a missa de corpo presente agendada para amanhã, às 11h00, no mesmo local. origem dos maus resultados. O treinador português deixou ainda uma palavra para os adeptos do clube, que classificou como “fantásticos e inacreditáveis”, acrescentando que lhe deixaram “memórias para a vida”.