Pai Nosso

 

O Dia do Pai foi celebrado este ano no passado domingo, 18 de junho. Todavia, Deus exige não somente um dia para honrar os pais mas todos os dias do ano. Como está escrito: “honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus te dá”  (Exodo 20:12). Todos os filhos têm dois pais. Os filhos têm um pai carnal pelo qual nasceram para entrarem neste mundo, e um Pai espiritual no céu, que é o Criador de tudo, incluindo a raça humana. A maioría que celebra o Dia do Pai pouca importância dá em honrar o seu Pai celestial. Todavia, aqueles que sinceramente honram o Pai celestial, auto­maticamente honram também o seu pai humano aqui na terra. Na oração do Pai Nosso, Jesus nos ensina como devemos honrar o nosso Pai celestial. Reparem que Jesus ensinou: “Pai nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome.” Ora, quem santifica o nome de Deus está honrando o seu Pai celestial. O nome de Deus é santificado quando cumprimos o mandamento de Deus: “Sede santos, porque eu sou santo” (Levítico 11:45; I Pedro 1:16). Quando obedecemos aos mandamentos de Deus estamos santificando o nome de Deus porque os seus mandamentos são puros e santos (João 17:17; Levítico 20:7-8). Isto significa que os filhos para santificarem o nome de Deus precisam de obedecer aos mandamentos de Deus, incluíndo o mandamento que diz: “Honra a teu pai e a tua mãe…” (Exodo 20:12).

Jesus também ensinou na oração do Pai Nosso o seguinte: “Venha o teu reino…” O reino de Deus começa primeira­mente nos nossos corações. Jesus disse a Nicodemos o seguinte: Na verdade, na verdade, te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o reino de Deus” (João 3:3). E, em Lucas 17:21 Jesus disse: “O reino de Deus está entre vós.” Ao lermos o contexto de João 3:3 obser­vamos que o nascimento espiritual no coração acontece quando aceitamos pela fé Jesus Cristo como o nosso Salvador. Reparem que em João 3:16 Jesus disse que qualquer pessoa que crê que Deus enviou o seu Filho para ser o seu Salvador, nesse mesmo dia, tem a vida eterna. Noutras ocasiões Jesus ensinou que só pela fé nele é que a pessoa é salva e tem a vida eterna (João 5:24; João 6:47; João 8:24; João 14:6). Portanto, para que o reino de Deus venha, nós precisamos de primeiramente, abrir pela fé o nosso coração, ao rei que o nosso Pai celestial escolheu para estar à frente do seu reino, o seu Filho Jesus Cristo, o Salvador do mundo. Consequentemente, para honramos o nosso Pai celestial precisamos de honrar o seu Filho. Jesus disse: “Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou” (João 5:23). 

Ao orarmos, “venha o teu reino,” isto não somente requer fé da nossa parte que Jesus é o nosso rei e o nosso Salvador, mas também requer que nós sejamos obedientes espalhando a mensagem do reino do nosso Pai celestial. Em Mateus 6:33 Jesus disse: “Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça…” E, em Mateus 28:19-20 Jesus disse: “Portanto, ide, ensinai todas as nações, baptizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado…”  Jesus disse: “E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?” (Lucas 6:46). Portanto, só aqueles que mostram frutos dignos de um arrependimento e fé verda­deira estão honrando a Jesus Cristo e ao seu Pai celestial (Mateus 3:8; 7:20).

Rev. João Duarte — Ontário, Canadá