Inaugurado o memorial das 100 vítimas do incêndio da discoteca The Station

 

Depois de anos de planeamento, angariação de fundos e construção, foi finalmente inaugurado no passado domingo, 21 de maio, um memorial permanente dedicado às vítimas do incêndio que destruiu, na noite de 20 de fevereiro de 2003, a discoteca The Station, em West Warwick, RI. O incêndio foi provocado pela pirotecnia da banda de rock Great White, 100 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas.

Centenas de pessoas participaram na cerimónia, entre as quais familiares das vítimas mortais, sobreviventes, os primeiros socorristas e líderes locais, nomeadamente a governadora estadual, Gina Raimondo, e Don Carcieri, que era ao tempo governadora. .

O memorial localiza-se na Cowesett Avenue, ocupa um um hectare e inclui monumentos de granito individuais com os nomes e aniversários de cada vítima, bem como um cronograma de eventos importantes antes e depois da tragédia.

Entre as 100 vítimas mortais contam-se oito lusodescen­dentes: Louis Alves, 33 anos, de Lincoln, RI; Christopher Arruda, 30, Coventry, RI; Richard Cabral, 37, Attleboro, MA; Michael James Gonsalves, 40, Warwick, RI; Thomas Medeiros, 40, Coventry, RI; Carlos Pimentel, 38, West Warwick, RI; Ronald Roderiques, 46, Mashpee, MA e Kelly Viera, 40 anos, West Warwick, RI.