Senador John McCain tem um tumor cerebral idêntico ao que matou Ted Kennedy

 

O senador John McCain, 80 anos, do Arizona, foi dia­gnosticado com um tumor cerebral dia 14 de julho, quando os médicos lhe removiam um coágulo de sangue acima do olho esquerdo no Hospital Mayo Clinic em Phoenix. A subsequente patologia tecidual revelou que um tumor cerebral primário conhecido como glioblastoma estava associado ao coágulo sanguíneo, revelou o gabinete do senador republicano em comunicado.

Cerca de 20 000 pessoas são diagnosticadas anualmente nos EUA com glioblastoma, um tipo de tumor cerebral particularmente agressivo. A American Cancer Society coloca a taxa de sobrevivência em cinco anos para pa­cientes com mais de 55 anos nos 4%.

O senador Ted Kennedy morreu em 2009 vitimado pelo mesmo tipo de tumor, que escava raízes do tipo tentáculo no tecido cerebral normal e os melhores casos são quando os cirurgiões podem cortar todo o tumor visível, o que aconteceu com McCain, de acordo com o comunicado. Mas isso não é uma cura, as células cancerosas que não são visíveis ainda tendem a espreitar, razão pela qual os médicos de McCain estão considerando tratamento adicional, incluindo quimioterapia e radiação.

McCain foi o candidato presidencial republicano em 2008, perdendo para Barack Obama. Piloto da Marinha, foi derrubado no Vietname e mantido prisioneiro por cinco anos e meio. Os médicos dizem que McCain está em casa, recuperando da cirurgia  e no seu comunicado diz que “vai voltar”.